quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Nada podemos sem Jesus. Dinâmica celebrativa

Existia um homem que acreditava tanto em si que tudo o que fazia na vida prosperava. Ele foi batizado, fez primeira comunhão e até se crismou. Quando estava pronto para testemunhar Jesus Cristo e ser SEU discípulo, o diabo o tentou como fez com o Cristo no deserto. A primeira coisa que cobrou dele foi uma companheira, uma esposa, uma casa, família. Se ele perdesse tempo servindo jesus iria demorar ter estas coisas, pois a felicidade para ele estaria nas festas, realizações que só o mundo social poderia oferecer.