domingo, 23 de março de 2014

Dinâmica de Oração para a quaresma


A vida da gente é como uma grande árvore. Germina, nasce, dá flores, frutos... do fruto a semente que irá germinar uma nova árvore. Neste ciclo interminável nossa árvore precisa ser cuidada, regada, adubada para que ao florir e frutificar a esperança se renove. Mas, para que possamos cuidar bem de nossa árvore precisamos seguir as etapas ordenadamente.
Objetivo: Estamos na Quaresma, tempo propício para a oração, meditação e conversão. Precisamos neste tempo sair de nossas vidas habituais para nos retirarmos ao deserto onde faremos um despojamento de nós mesmos, jogando fora tudo aquilo que não nos faz bem. Neste momento ficamos vulneráveis e fracos; Aparece todo tipo de tentação para nos afastar do nosso objetivo; as nossas dúvidas aumentarão, porem precisamos de um propósito, e esta finalidade é um encontro pessoal com Deus. Vamos ser fortes para que o homem velho que existe em nós morra com Jesus e assim ressuscite um homem totalmente novo. Assim será nossa Páscoa. Faça este propósito e nos acompanhe.


Como fazer: A cada semana uma dinâmica nova. Iremos progredir passo a passo, seguindo as pegadas do mestre.
1.    O Terreno
A vida de oração que brota de um coração sincero
Na parábola do semeador Jesus compara o nosso coração com um terreno que pode ser fértil ou não para o plantio. Segundo Jesus cristo (Mt 13,3ss) a semente semeada germina em qualquer tipo de terreno porem, só cresce a ponto de dar bons frutos se o terreno for bom. Já vimos que para preparar um bom terreno temos que ter uma vida de oração. A intimidade com a oração nos aproxima de Deus e estreita os laços que nos une. Deus nos ama tanto que, ao ouvir uma oração de um coração contrito e sincero, Ele como Pai amoroso se desmancha em amor fraterno e eterno por seus filhos.

2.    A escolha dos frutos
      a) O presente
Já vimos também a importância de escolhermos bem os frutos que queremos para nossa vida, pois dele depende a nossa salvação. Quanto mais frutos bons, mais perto estaremos do Paraíso. Quanto mais frutos ruins, mais estaremos distantes da salvação. Precisamos lembrar que os frutos serão gerados, independente de sua vontade pois, é uma ordem natural da vida. Você só precisa escolher se estes frutos serão gerados pela carne ou pelo espírito.
3.    A semente
               Obras de Caridade - As sementes que devemos semear
Todo ato de amor resulta em misericórdia, não há como fugir desta verdade! Se eu praticar um ato de violência ou maldade o resultado será intriga, discórdia, maldade, etc. Se eu praticar, por menor que seja, um ato de amor, o resultado será a misericórdia, a paz, a união, o bem, etc. São Paulo nos fala das virtudes teologais: fé, esperança e caridade, e afirma que a maior dela é a caridade.
Dinâmica - Como mudar o mundo - A corrente do bem

As sementes que devemos semear são as obras de caridade.

4.    A Água Viva Já vimos em nossa oração que a Palavra de Deus é a água viva que sacia a sede, portanto a Palavra de Deus é também a água que irriga a nossa árvore para que dê bons frutos. Nem uma semente poderá germinar se não for aguada. Nem uma vida de oração poderá dar bons frutos se não tiver presente a Palavra de Deus.
O Fertilizante do Céu: Mas, não é só isso. A planta depois de germinada para que possa crescer precisa também ser adubada. Para nós, o fertilizante que vai nos fazer crescer é os sacramentos, em especial o Sacramento da Eucaristia. Disse Jesus: "Eu digo a verdade: Se vocês não comerem a carne do Filho do homem e não beberem o seu sangue, não terão vida em si mesmos.


Dinâmica de Oração para a quaresma - A Água e o Adubo. 
A cada semana uma nova dinâmica. Fique atento. A partir da semana que vem começaremos a cuidar da nossa Árvore com a "Dinâmica de Oração da Páscoa".