sábado, 8 de março de 2014

Dinâmica de Oração para a quaresma - O terreno

Objetivo da Quaresma: Levar-nos ao encontro com Jesus através da oração.
Objetivo da Dinâmica: Preparar nossa vida para ser constante na oração.
Texto base: A vida da gente é comparada a uma árvore. “O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano.  Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos.” Sl 92.12-14
Sendo assim, precisamos em primeiro lugar preparar um bom terreno, arejado, de fácil irrigação para plantarmos a nossa árvore. “Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão”. Sl 1, 3.
O terreno para plantar a nossa árvore é a vida de oração. Todo cristão tem a necessidade absoluta de pedir a Deus a salvação e de como o devemos fazer. Santo Afonso recomendava que todos fizessem pelo menos uma hora de oração diária, além de frequentes e rápidas preces nas diversas oportunidades do dia. A graça de orar é dada normalmente a todos e, mediante a oração, todos podem obter de Deus os outros auxílios necessários para a salvação.

Sem a oração, segundo a providência ordinária de Deus, serão inúteis todas as meditações, todos os propósitos e todas as promessas. Deus não concede senão a quem reza e reza com perseverança. A oração consiste propriamente na elevação da alma a Deus.  É um diálogo entre a pessoa que reza e Deus.
Se a oração é o terreno que iremos plantar nossa árvore, precisamos aprender como fazer isto. Quero alertar para a necessidade de seguir as dicas e acompanhar as dinâmicas até a Páscoa.
Vamos começar a preparar o nosso terreno?
Como fazer:
1.    A escolha: Escolha um local adequado para a oração. Este deve ser seu ponto de encontro com Deus. O local deve ser o melhor da casa, pois você irá receber o seu REI. Escolha também um horário correspondente com os dias vindouros e assuma um compromisso. Não esqueça que Deus é fiel. Não o deixe esperando. Não há nada pior que levar um bolo, principalmente daqueles que mais amamos. O tempo ideal seria uma hora por dia, mas os frutos não dependerão do tempo de duração da oração, mas da sinceridade e vontade com as quais é realizada. Também é importante buscar uma posição relaxante e favorável, mas evite andar ou deitar. Para que a oração seja proveitosa procure estar confortável e deixe seu convidado também confortável. Com a prática você vai encontrando os melhores lugares e as melhores posições para orar.
2.    O encontro. É o momento de acalmar-se, fazer silêncio e se colocar na presença de Deus com esperança e confiança, de tal forma que você acredite que Deus está à sua frente e te escuta. Deixe brotar no seu coração o desejo de estar com Deus e ser íntimo dele. Feche os olhos, amenize a respiração, sinta a Sua presença. Faça uma oração espontânea e silenciosa, louvando e agradecendo a Deus por este momento de intimidade e amor; peça que Ele oriente sua oração e se entregue inteiramente em seus braços.    Lembre-se que você precisa ser sincero em suas palavras e pensamentos. Para iniciar o diálogo vá dizendo tudo aquilo que tem distanciado você do Senhor. Conte suas dificuldades, anseios, decepções, dificuldades, qualquer coisa... o importante é que você não esconda nada. Limpe sua mente.
3.    A escuta: Toda oração precisa ser  fundamentados na Palavra de Deus, portanto você precisa saber o que vai ler. Neste momento da oração não tome outras passagens diferentes daquela que foi indicada para a oração. Lembre-se é preciso ter disciplina. Leia com atenção o texto indicado e tente trazê-lo para sua própria vida cotidiana. Deixe Deus falar com você, pois a oração é diálogo e a Bíblia é a Palavra de Deus. Tenha tranquilidade e procure penetrar naquilo que mais lhe chamou a atenção: um versículo, uma palavra, a atitude de algum personagem, etc.
4.     O Dialogo: (colóquio) Chama-se colóquio o diálogo com Deus. Agora é hora de conversar com Deus sobre aquilo que a meditação/contemplação do texto causou em você. A sinceridade continua. A gora é hora de abrir o coração para as dúvidas. Fale tudo que você entendeu e o que não entendeu. É momento de falar, escutar, louvar, pedir, perguntar, silenciar, escutar e sentir. Preste atenção nos sentimentos que brotam internamente: alegria, tristeza, paz, inquietação, esperança, medo, dúvida, confiança, angústia, etc.
5.    O Pedido: Deus é Pai e Bondoso. Todo pai quer saber o que seu filho precisa, porem, gosta de ouvir da boca de seus filhos o que mais desejam. Deus não é diferente. ELE fica muito feliz quando seus filhos lhe fazem seus pedidos. Você já esteve em diálogo, sabe a vontade de Deus assim como ELE sabe a sua, agora chegou a hora mostrar seu interesse em fazer a vontade do Senhor. Peça a Deus as graças necessárias para que vc possa se colocar a serviço do Reino e forças para continuar sua caminhada dentro de seu plano de amor.. Você servindo a Deus o cativará de tal forma que ELE fará tudo para sua felicidade.  Mt 6, 33.
6.    A Gratidão: Termine este momento agradecendo. Uma das qualidades mais importantes do ser humano é a gratidão a Deus. A gratidão a Deus (e consequentemente a outras pessoas) é sinal de fé. A gratidão traz junto dela uma série de outros sentimentos, como amor, fidelidade, amizade e muito mais, diz-se que a gratidão é um sentimento muito nobre.
             A Palavra de Deus iluminando a vida.
Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração; Rm 12,12 Não vos negueis um ao outro, senão de comum acordo por algum tempo, a fim de vos aplicardes à oração e depois vos ajuntardes outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência. 1Cor 7,5 enquanto eles, pela oração por vós, demonstram o ardente afeto que vos têm, por causa da superabundante graça de Deus que há em vós. 2 Cor 9,14 com toda a oração e súplica orando em todo tempo no Espírito e, para o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e súplica, por todos os santos. E isto peço em oração: que o vosso amor aumente mais e mais no pleno conhecimento e em todo o discernimento, Fl 1, 9 porque pela palavra de Deus e pela oração são santificadas. I Tm 4,5
Conclusão: Seis passos que não podem faltar na vida de qualquer pessoa orante. Assim como você costuma ter momentos certos para uma conversa agradável com seus amigos, com tempo determinado, horário certo... assim também seja a sua vida de intimidade com Deus. Lembre-se que se necessitamos de intimidade com alguém, este alguém é Deus. Este é um modelo eficaz para uma vida de oração. O terreno está pronto.

Que a tua vida, meu irmão, seja frutífera e abundante na presença de Deus, amém!

Agora, reze esta oração para o início da quaresma
Todos os dias reze uma destas orações.