quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O que você parece pra mim



Esta dinâmica pode ser empregada de duas maneiras: como interação do grupo, com objetivos de apontar falhas, exaltar qualidades, melhorar a socialização, sem que ninguém fique constrangido e como avaliação.
Material: papel cartão, canetas hidrocor e fita crepe.
Desenvolvimento: Cola-se um cartão nas costas de cada participante com uma fita crepe.
Cada participante deve ficar com uma caneta hidrocor. Ao sinal, todos devem escrever
no cartão de cada integrante o que for determinado pelo coordenador da dinâmica
(em forma de uma palavra apenas e no cartão de todos), exemplos:
1) Qualidade que você destaca nesta pessoa;
2) Defeito ou sentimento que deve ser trabalhado pela pessoa;
3) Nota que cada um daria para determinada característica ou objetivo necessário a atingir
nesta dinâmica.
Se for de Avaliação vai depender do que se quer avaliar.
Ex:  O desempenho de cada participante.


sexta-feira, 19 de outubro de 2012

UM CREDO PARA MINHAS RELAÇÕES COM OS OUTROS

Objetivo
1. Estimular uma reflexão sobre a maneira com que cada um se relaciona com os demais (Principalmente com os catequizandos e seus familiares).
2. Desenvolver a noção de que toda pessoa pode aprender a enfrentar conflitos de relacionamento.

Desenvolvimento
Providenciar cópias para todos; dividir o grupo em dois grupos; rezar o credo bem compassado e com intervalos entre um parágrafo e outro para dar tempo de meditar o texto.
O Credo do Bom relacionamento

G l - Você e eu temos uma relação que valorizo e desejo conservar.

G2 - Cada um de nós é uma pessoa à parte, com necessidades particulares e com o direito de satisfazer essas necessidades.

G1 - Quando você estiver com dificuldades em satisfazer suas necessidades, procurarei escutar você com aceitação verdadeira para facilitar que encontre uma solução, em vez de depender das minhas.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Flores para você - Dinâmica de apresentação

Foto tirada na Assembléia Regional de Coordenadores de Catequese - RNI - Dez-2011


Objetivos:
Geral: Favorecer a apresentação do grupo.
Específico: A partir de um estímulo verbal, promover a descontração dos membros do grupo e sua consequente apresentação. Fazer com que todos se sintam a vontade.
Material: Uma flor ou rosa para cada participante. O tipo de flor depende da aquisição financeira do grupo. Também pode pedir antecipado que cada participante traga uma flor ou rosa. Um cartão modelado como crachá.
Desenvolvimento:
1. Na chegada credenciar cada participante com o crachá contendo o primeiro nome da pessoa para facilitar o diálogo.
2. Formar um círculo.

sábado, 6 de outubro de 2012

A escolha – O presente

O Objetivo desta dinâmica é avaliar as qualidades das pessoas, ou como os membros de um grupo veem uns aos outros, dando oportunidade reconhecimento de certos sentimentos e revelações, causando um impacto muito interessante entre os participantes. Serve também para revelar pessoas escolhidas para determinada tarefa. Esta dinâmica também é apropriada para se descobrir ou revelar as afinidades das pessoas dentro do grupo. Experimente!

Material: Presente (?), Papel de presente, cartões escritos com as qualidades.
Desenvolvimento da dinâmica: Se for para escolha de membros de um grupo ou revelação de escolhidas, a votação deve ser feita antecipada e a dinâmica somente para a divulgação. O coordenador pode escolher como presente alguma guloseima como uma caixa de bombons ou pacote de balas onde possa ser dividido com todos os participantes. Deve ser leve e de fácil manejo, pois irá passar de mão em mão. Embrulhe o presente e no fechamento coloque um dos cartões com a primeira qualidade. Embrulhe novamente colocando o próximo cartão e assim sucessivamente até colocar o último. Colocamos um número de qualidades, porem pode ser acrescentado de acordo com a avaliação que o coordenador desejar fazer. Os participantes devem estar em roda ou descontraidamente próximos. Abaixo segue dois modelos. Para o primeiro modelo a leitura é feita por quer recebe o presente, porem a segunda pode ser feita por um narrador.

Modelo 1

 Início: O coordenador vai eleger o primeiro e deixar que os demais sejam escolhidos por cada um. Com o presente nas mãos diz (exemplo): Meus irmãos, escolhi este momento para sugerir as pessoas que se destacaram neste encontro (ou ano), e não gostaria de fazer sozinho; quero contar com a colaboração de todos. Gostaria também de aproveitar este momento para satisfazer um desejo que há muito venho alimentando. Gostaria de presentear uma pessoa muito especial, que durante (o ano ou o encontro) se destacou, tornando-se merecedora de toda minha gratidão. Essa pessoa tem sido uma grande amiga e companheira, nos aproximando tanto, que hoje posso dizer que eu a amo muito e quero nomeá-la com o título de “Anjo da Guarda”. (Abraça a pessoa, entrega o presente e pede que abra o presente)
1º Cartão – Anjo da Guarda
PARABÉNS! Você é muito especial para todos nós! O seu Jeito de ser, suas atitudes, suas escolhas e sua disposição fez com que o escolhêssemos como nosso Anjo da Guarda. O Anjo da Guarda é aquele que faz tudo que lhe pedirem. Para selar este momento quero lhe presentear, não com o conteúdo deste embrulho, mas com o meu reconhecimento, amor e orações para que você possa escolher alguém para animar a nossa vida. Escolha com muita atenção, pois este presente é para esta pessoa.
Ao repassar o presente, a pessoa que recebe deve ouvir o parágrafo 2 e assim por diante: