domingo, 22 de agosto de 2010

DINAMICA DE ORAÇÃO - Orações sem barreiras

Objetivo: Fazer o grupo refletir na importância e confiança na oração pessoal e comunitária.

Dividir o grupo em 3 ou 4 subgrupos. Peça que os grupos dêem testemunho das dificuldades de oração enfrentadas no dia-a-dia e na catequese. Cada subgrupo deve escolher um relator e um testemunho do subgrupo para a assembléia. Na assembléia ser objetivo para não demorar. Peça que tomem nota dos relatos. Leia em voz alta o texto de Romanos 8, 26-27. Peça então que cada grupo se reúna novamente, ore ao Espírito Santo e em seguida formulem uma oração colocando esta preocupação e a pessoa, e encerre a oração com o Pai Nosso. Quando os grupos terminaram de orar, pergunte como se sentiram, se acharam fácil orar assim, o que podem fazer quando estão inseguros, sobre que palavras usar e como orar, etc..
Você também pode pedir que cada um escreva seu nome e uma preocupação num papel. Depois as crianças sorteiam entre si os papéis e durante a semana devem orar pela pessoa e preocupação cujo nome está no papel.

Leitura Bíblica: Romanos 8:26-27